domingo, 11 de maio de 2014

Resenha: Penny Dreadful - Primeiro episódio

Enquanto Doctor Who não retorna, e acompanho The Gates no Netflix, e The Big Bang Theory nos intervalos de almoço, descobri um novo seriado que sairia agora: Penny Dreadful. Estreando 11 de maio (hoje), o piloto já está disponível na internet.


Penny Dreadful é uma série de terror com toques sobrenaturais que se passa na cidade de Londres na época vitoriana. A história conta com personagens clássicos da literatura como Frankenstein, Conde Drácula e Dorian Gray, e seus contos de horror, origem e formação se misturam à narrativa dos protagonistas. A série é estrelada pelos atores Josh Hartnett e Eva Green, e conta com Sam Mendes como produtor executivo da atração. Penny Dreadful é a aposta do canal Showtime no gênero do terror e do suspense, e tem uma abordagem psicossexual da trama de monstros, criaturas e demônios. [via MinhaSérie]


Basicamente temos uma série de terror na Londres vitoriana, com a presença de Eva Green, Rose Tyler Billie Piper e o malvadão do seriado Chuck, Timothy Dalton (que inclusive já foi o Bond, James Bond). Com um cast desses, e uma tema assim, claro que aproveitei pra decidir: é essa a série que eu vou acompanhar junto com a TV. Explico: não estou acompanhando absolutamente nada com a TV, exceto Doctor Who quando voltar, embora devo ver nos finais de semana com a namorada, e Big Bang Theory, assim que eu alcançar o episódio mais atual. Nada de Game of Thrones ou The Walking Dead pra mim, ao menos agora.



A série conta da história de Ethan Chandler (Josh Hartnett), um americano que trabalha em um circo fazendo demonstrações de habilidade com uma arma e contando aventuras de guerra em que supostamente esteve. É por causa disso que ele conhece Vanessa Ives (Eva Green), que a serviço de Sir Malcolm Murray (Timothy Dalton) estava em busca de um homem com as suas habilidades. Ela o contrata para um trabalho misterioso, que seria executado no mesmo dia durante a noite e o avisa: sem perguntas e sem hesitação para atirar.



Durante o trabalho, o trio é atacado por seres estranhos, e Ethan fica sem entender o que está acontecendo. No dia seguinte, Vanessa conta a ele um pouco sobre o que está acontecendo, e deixa transparecer que ela própria possui dons sobrenaturais. E nós espectadores somos apresentados a uma Londres vitoriana com vampiros, videntes (ou quase isso?) e um caçador de vampiros furioso em busca de sua filha sequestrada. Ainda não descobrimos a ligação entre Vanessa e Malcolm Murray, apenas que Vanessa se sente culpada pelo que ocorreu à filha de Murray.



Eu adorei essa coisa de A Liga Extraordinária versão terror, e os atores além de serem ótimos, me pareceram muito bem escolhidos para seus papéis. O primeiro episódio foi muito bom, e estou aguardando os próximos! Fiquem com o trailer abaixo:


8 comentários:

  1. Respostas
    1. Como sempre, né? Devo dizer que ela é um ótimo motivo pra se ver o seriado.

      Excluir
  2. Engraçado. Enquanto eu ia lendo o post, pensava em Alan Moore. Aí, vc chega perto do final de diz "Eu adorei essa coisa de A Liga Extraordinária".... rs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahaha, mas pior que é bem assim mesmo. A mistura de personagens e tudo o mais.
      :)

      Excluir
  3. Oi Thiago!

    Eu amo séries mas morro num impasse... Odeio esperar o próximo episódio. Eu me envolvo tanto que não consigo (simplesmente NÃO CONSIGO) viver minha vida normalmente até sair o maldito episódio seguinte hahaha Sou louca, eu sei.
    Enfim, gostei muito desse cenário vitoriano. E gente, se me permite comentar, Eva Green é linda demais, fora que uma ótima atriz. Impossível não ficar curiosa, Thiago, mas será que eu consigo controlar meus impulsos e assistir? haha Vou procurar mais sobre. Poderia me informar o canal em que a série passa e o horário?

    Beijos
    http://www.estantedasfadas.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahaha, entendo como você se sente. As vezes é complicado mesmo esperar pelo próximo, e eu estou bem assim com Penny Dreadful: tá difícil esperar.
      Lá fora está passando no ShowTime, e aqui no Brasil acho que iria passar na HBO. A própria Showtime está liberando os episódios de graça pra ver na internet, se não me engano, mas só disponível pra usuários nos EUA. O que eu fiz foi baixar no torrent-serie.blogspot.com :)

      Beijões,
      Thiago

      Excluir
  4. Oi, Thiago!
    Boa resenha!
    Eu tava muito empolgado com essa série, mas acabei me decepcionando um pouco já no começo. Faltou terror. E o Josh Hartnett é um tento quanto inexpressivo.
    Acho que a Eva Green merece estar numa boa série desde que vi o fracasso Camelot.
    Optei por não segui-la, mas se os comentários forem positivos até o fim, acho que pego pra assistir já no fim da temporada!
    =D

    http://osdragoesdefogo.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então, essa série é uma mistura de terror com 'literatura' gótica e um pouquinho de aventura. O Hartnett não está bom, mas a Eva e o Timothy levam muito bem.
      Não sei se você viu o segundo episódio, mas tem uma cena MUITO boa da Eva Green possuída, e só ela já vale o tempo. Já o terceiro episódio foca um pouco mais na criatura do Frankenstein, e também achei uma boa história. Se você está em dúvida, então vale a pena mesmo esperar acabar a temporada e ver os comentários da temporada como um todo.
      Pelo que eu vi, não vai ter tanto terror assim, é mais pelo clima gótico e pela história cheia de ótimas referências e influências.

      Abraços,
      Thiago

      Excluir