sábado, 21 de setembro de 2013

As melhores livrarias da cultura pop

É sempre legal descobrir alguma biblioteca legal, mesmo sendo ela fictícia. Melhor do que ler em uma grande biblioteca, é ler sobre uma grande biblioteca, em uma grande biblioteca. Abaixo, está uma lista das melhores bibliotecas já imaginadas. Caso a sua favorita tenha ficado de fora, deixe a dica nos comentários.





image

A Biblioteca de Babel, A Biblioteca de Babel, Jorge Luis Borges

Na história de Borges, todo o universo é uma biblioteca, um labirinto infinito que contém todos os livros - na verdade, qualquer combinação possível de letras e números, sendo que um livro cheio de palavras sem nexo poderia diferir de outro apenas pela posição de uma simples vírgula.

image

Sunnydale High Library, Buffy the Vampire Slayer

Temos também a livraria de Buffy, que possui todo livro que você poderia precisar sobre vampiros, espíritos, demônios entre outros seres sobrenaturais. Também possui várias armas, apenas por prevenção, claro.

image

Biblioteca de Lucien, Sandman, Neil Gaiman

Dentro do Castelo dos Sonhos, está a biblioteca de Lucien, que contém cada livro que alguém já sonhou em escrever, mas não escreveu. Mas cuidado, se um desses sonhadores se tornar um escritor, o livro irá queimar.

image

Biblioteca de Hogwarts, Harry Potter, J.K. Rowling

É claro que adoraríamos visitar qualquer biblioteca com uma seção sobre dragões. Apenas mantenha-se longe da seção restrita e estará tudo bem.

image

The Library, Doctor Who

Uma biblioteca do tamanho de um planeta, contendo cada livro já escrito? É claro que queremos. Esta biblioteca foi financiada por Felman Lux para sua filha Charlotte, que estava morrendo e adorava livros mais do que tudo. Então, colocou a mente dela no disco rígido da biblioteca para que ela pudesse ler para sempre. E também salvar  algumas pessoas.

image

Biblioteca do Templo Jedi, Star Wars

Apesar de existir principalmente nos livros spin-offs de Star Wars, é impossível não incluir esse agrupamento High Tech de conhecimento Jedi. Sem falar na vontade de acessar a seção restrita a membros do Conselho Jedi.

image

Cemitério dos livros esquecidos, A Sombra do Vento, Carlos Ruiz Zafón

Todos aquele iniciados ao Cemitério dos Livros Esquecidos, uma enorme bilbioteca repleta de livros que ninguém se lembra, pode escolher apenas um volume, o qual deve proteger pelo resto de sua vida. Parece uma tarefa fácil, mas nunca se sabe quem pode querer queimar o seu livro.

image

Unseen University Library, Discworld, Terry Pratchett

Assim como a biblioteca de Hogwarts, a Unseen University possui muitas prateleiras com livros sobre mágica. E claro, também pelo bibliotecário, que é um orangotango. Em algum momento ele já foi homem, mas achou que ser um orangotango é bem útil para um bibliotecário.Ele é conhecido por aplicar 3 regras:

  1. Silêncio;

  2. Livros devem ser devolvidos até a data determinada;

  3. Não mexer com a natureza da causalidade.
Obviamente, a segunda regra é a mais importante.

image

Biblioteca do monastério, O Nome da Rosa, Umberto Eco

Nunca ficamos cansados da biblioteca em estilo labirinto. A biblioteca-labirinto secreta de O nome da Rosa está em um monastério do século 14, mas foi baseada na Biblioteca de Babel, de Jorge Luis Borges. We’ll never get tired of the library-as-maze metaphor: it’s just so satisfying on both metaphorical and literal levels. Eco’s secret, labyrinthine library, though set in the real world of a 14th century monastery, is based on Borges’s Library of Babel — after all, its blind librarian is called Jorge from Burgos. “It was then the place of a long, centuries-old murmuring,” Eco writes, “an imperceptible dialogue between one parchment and another, a living thing, a receptacle of powers not to be ruled by a human mind, a treausre of secrets emanated by many minds, surviving the death of those who had produced them or had been their conveyors.”

image

Biblioteca da Fera, A Bela e a Fera

Digam o que quiserem, mas a Fera sabe como ganhar o coração de uma garota, dando de presente centenas e centenas de livros, claro, exibidos em uma biblioteca pessoal deslumbrante ao melhor estilo Disney. Nota: Gaston provavelmente nunca leu um livro.

Um comentário: